Post: 13188 | Data: 08/08/2018 | Visitas: 151

Pé de Serra: MP exige que empresa refaça provas do concurso público

A novela do concurso público da cidade de Pé de Serra está perto de ter um fim. Desde março que um grupo de 21 candidatos que fizeram o concurso foi formado para cobrar respostas da empresa, prefeitura e do Ministério Público (MP), em relação as irregularidades na aplicação das provas para os cargos de assistente social e enfermagem, dentre outros do referido certame.

 

O JN conversou com a líder do movimento Roseni Carneiro, ela foi aprovada para o cargo de professora e vem sofrendo com a demora da convocação. De acordo com a candidata, foi constatado que as questões de informática do cargo de assistente social e enfermagem estavam iguais a de um concurso em outro município, portanto o Ministério Público exigiu que realizasse novas provas.

O Ministério publicou acionou o prefeito Antônio Joilson (DEM), para que o mesmo convocasse todos os aprovados em 72h, o que não foi cumprido pela gestor.  Somente agora após o fim do prazo que a gestão enviou documento ao MP pedindo 10 dias para resolução do problema.

 

De acordo com o prefeito de Pé de Serra Antônio Joilson, já foi entregue a promotoria um documento informando sobre as medidas que serão adotadas sobre o concurso. “Tivemos uma reunião com o MP e ficou decidido o prazo de dez dias para que a empresa possa refazer as duas provas anuladas por ter sido constatado erros. Após a realização vamos homologar e convocar de acordo com a necessidade e vagas no município”, ressalta o prefeito.

 

Os demais aprovados de outros cargos, não terão necessidade de refazer as provas, apenas os candidatos de enfermagem e assistente social.

www.jacuipenews.com.br
Por: Jacuipe News

Seja o primeiro a comentar esta postagem!


Nome:

Comentário:

Design: Catu Informática | Ediomário Catureba

Rua Joel Campos, 125 - Alto de Guinho - Baixa Grande - BA

E-mail: ediomario@baixagrande.net - Tel: 74 99962 3779


utilizadores online